sexta-feira, 1 de abril de 2011

Mais Custom até 250cc

Continuando... deu pra ver que são muitos modelos de motocicletas Custom até 250cc por aí, mas ainda tem mais e eu ainda vou falar de três que não estão mais sendo comercializadas pelas fabricantes:

MVK Fenix Gold:
19 cv a 5.500 rpm, com essa rotação baixa da pra ver que a desenvoltura da representante da MVK na cidade não é tão bom quanto de outras, feita para andar na estrada ja vem com Sissy bar e plataformas, arrefecida a ar e água tem o preço de aproximadamente R$ 14 mil, até que esta bicilindro em linha não faz feio... tem porte para disputar com as demais.





US1 Voyage 200:
Chama logo a atenção ao quebrar ousadamente um paradigma: é 200cc. Alias, essa pequena é uma caixinha de surpresas. É muito bonita e tem guidão elevado, plataformas, sissy bar e protetor de motor essa monocilindrica merece um destaque especial: Desenvolvidas por engenheiros Brazucas! As peças são fabricadas na China mas a motocicleta é desenvolvida e montada no Brasil... Deu um certo orgulho agora, seus 15,6 cv a 8.000 rpm não são das piores para 200cc e o melhor vem agora: apenas R$ 8 mil! é isso mesmo! Agora ninguém pode reclamar que não pode ter nada acima de uma Custom 150cc.


Ok, agora quero destacar 3 motocicletas nessa categoria que não são mais fabricadas... mas de tempos em tempos agente cruza com uma por aí...

Dafra Kansas 250: Série limitada da Dafra, praticamente idêntica a sua irmâ 150, destaque para o motor em "V".
Yamaha Virago 250: Clássica, todo mundo quer uma. ao sair de linha deixou muito marmanjo órfão foi praticamente a moto que inovou nesse
ramo. essa moto também tem muitos motociclistas apaixonados por ela!. (quaisquer semelhanças entre a Kansas 250 e a Virago 250 .... ... ... sei lá se é coincidência ou não... mas que são parecidas... podem reparar).
Suzuki Intruder 250: essa é praticamente um mito. Não se encontra com facilidade e ao que tudo indica tiveram mais de uma
versão como a Intruder GN 250 propriamente dita com um super colindro (Valeu Bluesman) e um pouco maior que a irmã 125 e a Intruder LC com motor 250 em "V" e por aí vai....

Detalhe do escapamento

Intruder LC.

3 comentários:

  1. Só p constar: a Suzuki Itruder 250 (na verdade se chama GN 250) é realmente um clássico! Sou o feliz proprietário de uma delas, ano 1999 e não me desfaço por nada. Só q tem um detalhe: ela NÃO POSSUI 2 CILINDROS EM LINHA. É uma monocilindrica com duas saídas de escape (aumenta a vazão do motor) e pronto. A Intruder LC 250 nunca foi fabricada e nem vendida no brasil (infelizmente). Além da Intruder, das demais custom 250... só vale apena a Yamaha XV 250 Virago, mesmo... o resto é tdo xing ling, motos de plástico, bonitinhas mas ordinárias. Espero q a Kasinski Mirage 250 me deminta e se tone uma grande moto, falta pouco p ela, talvez, só falte fazer parte de uma marca forte com rede de concessionárias organizada e peças em conta...

    ResponderExcluir
  2. OLÁ AMIGO.
    LI ALGUNS ARTIGOS DE SEU BLOG, MUITO INTERESANTE, GOSTO MUITO DE MOTOS ESTILO CHOPPER, COMPREI UMA KASINSKI MIRAGE 150 ANO PASSADO, NÃO TIVE PROBLEMAS ATÉ HOJE.
    NÃO ENCONTREI NENHUN COMENTARIO SOBRE A KASINSKI, QUAL SUA IMPRESSÃO SOBRE ELAS.
    VALEU.

    ResponderExcluir
  3. COMO Adquiro o escape da intruder 250 o de duas saidas meu email alves.loueival@gmail.com

    ResponderExcluir